El Marronzito

Os pandas também amam

2 Comentários

O que você sabe sobre pandas?

pandas-amigos

Acredito que vai me responder que são bichos extremamente fofos, certo? Também creio que alguém vai me falar sobre a populosa China e bambus (sim, não me venha com aquela piadinha da menina que zoou o Silvio Santos). Se o seu nível de nerdice for alto, provavelmente vai falar de Ranma ½, Tekken, Wendy e o incrível comercial do “Não diga não ao Panda”.

Enfim, esses ursos são bichos queridos. Agora imagine um casal panda de carne e osso. Sim. O velho Ronin teve a felicidade de clicar o casamento de Henrique Tardelli e Marina Costa, mais conhecidos como “O casal Panda”.

O Pandão é conhecido meu há um bom tempo. Fazíamos parte de um fórum de videogames em uma época que nossas preocupações eram outras (e na qual nem existia esse tal de Pokémon). Nesse fórum havia gente de todo o tipo, e muitos se tornaram amigos para a vida toda. O tempo passou, nós deixamos os videogames (mentira, jogamos sempre que possível) e novos rumos foram tomados. Alguns users mudaram de país, outros realmente abandonaram os games, outros se tornaram homens de extrema direita (blergh) e outros, infelizmente, partiram dessa para melhor.

2N7A4024

Membro do Fórum onde conheci o Panda caçando Pokémon na festa. Tsc, tsc, tsc…

No meu caso, eu me torneio fotógrafo, escritor e jornalista. E, pelos acasos bacanas da vida, fui escolhido pelo Panda para fotografar o seu casório com a senhora pandolina. E dizer não ao panda é sinônimo de muita coragem (se você não viu o vídeo do link acima, volte duas casinhas, por favor).

 

Os pandas também amam (e têm medo)

2N7A4289

Reparem a Marina de boa, e o Pandão tenso

Há alguns meses, o casal que parecia ser bastante tímido estrelou uma divertida E-session na Praia do Iporangua, no Guarujá. Eles não estavam acostumados com fotografia e um sujeito cheio de parafernálias lhes apontando um canhão, mas no final deu tudo certo. São Pedro deu a primeira prova que não estava de bem dos “The Pandas”, mas conseguimos fazer boas fotos em uma tarde de pouco sol. No fim, houve diversão e muita palhaçada (inclusive esse jovem fotógrafo que vos fala, farofeiro que só, aproveitou o fim da sessão para dar umas barrigadas no mar). Gelo quebrado, faltava o grande dia.

No último sábado, eu e o fotógrafo social sangue bom  Marcos William, representando a federação dos fotógrafos black estilosos, estivemos no Dreams Pallace Buffet (chique, né) para registrar um dos momentos mais aguardados da vida do casal panda: o jantar de bambus com mel e gengibre. Mentira! The Pandas queriam é casar e selar de vez uma união das mais bonitas.

2N7A4705

Casal moderno é isso aí

O Pandão Henrique, que é grandão e forte, estava super nervoso. Foi assim no casamento civil e também durante toda a semana. Durante nossos papos semanais, ele dizia estar preocupado. Em todo caso, faz parte. Já a pequenina Marina, sempre sorridente, demonstrava uma calma que a colocou no top ten das noivas “deboístas” que já fotografei (acho que a Marina é meio panda/meio coala).

Na verdade, o medo de Panda era fazer feio na dança que apresentariam para os convidados. No fim, como esperado, deu tudo certo. Eles dançaram muito bem, as crianças adoraram a fumaça que deus os efeitos especiais a performance do casal e o evento rendeu ótimas fotos. Dentre tantos destaques, fico com a imagem da vovó panda que levou para casa a garrafa cheia de…uma pausa aqui, você chama o dinheiro de Dilma$, Temer$, Golpista$ ou sei lá o quê.

2N7A4787

Os embalados de sábado à noite

Enfim, foi a simpática senhora que levou a grana para casa.

Como disse anteriormente, São Pedro não estava de bem com os Pandas. Assim que a Marina entrou no local da celebração/festa, o tempo fechou e a chuva caiu. E como missão dada é missão cumprida, os fotógrafos manos black faca na caveira realizaram um mini ensaio com os noivos na entrada do prédio. E vamos que vamos.

A festa foi animada, com clássicos da música, dança e a criançada pintando o sete (e caçando Pokémons pelo salão). Também foi muito gostoso fotografar os mais experientes mandando ver no rebolado e, claro, fazer um trabalho com o Tuty, que é um cara muito legal e geralmente chora nos casamentos. Eu até disse pra noiva: “Tá vendo, você com um homenzarrão chorão e eu com um segundo fotógrafo que vai inundar o salão. Esses caras competem com o São Pedro lá fora”.

2N7A4226

E quem disse que homem não chora é bobão

Um futuro fofo

Bem, para fechar essa mini postagem eu só tenho a desejar felicidades a esses jovem. Não parem de dançar, continuem divertidos e que lembrem do Ronin caso futuramente tenham pandinhas. Como esse mundo dá voltas malucas, será um prazer reencontrá-los e, de certa forma, continuar a fazer parte dessa história tão bacana. Só não me chamem pra comer bambu, pois prefiro aquele Mcdonald’s que comemos pós o divertido dia do ensaio.

Tudo de bom.

E até a próxima. Eis algumas fotos dessa noite tão especial. Em breve, todas as fotos estarão no meu site, o www.ronielfelipe.com.br

Visite.

Anúncios

Autor: ronielfelipe

Jornalista e Fotógrafo

2 pensamentos sobre “Os pandas também amam

  1. Estou sem palavras (muitas lágrimas de felicidade) para descrever o que estou sentido nesse momento com o o seu enorme carinho e amizade pelo casal Panda. Então vou apenas agradecer. MUITO OBRIGADA.
    Fotos belíssimas de um trabalho excepcional.. Parabéns
    Cleide Tardeli

  2. Aaaaaah! Ameiiiiii que top em casal panda😊
    Que Deus abençoe sempre sempre

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s