El Marronzito

Entre estrelas, corações que correm livres e a estrada de Itapecerica

8 Comentários

A gente cai, mas levanta. Sempre

Saudações caros leitores do El Marronzito. Cá estou mais uma vez para falar da relação fotografia, amor e Sazon. Um dos ensaios mais famosos e que fizeram as pessoas vomitarem arco-íris, foi a seção do Rick e da Eri, realizada quando o Hopi-Hari era seguro e o Playcenter ainda existia para a nossa alegria.

Bem, neste final de semana também teve ensaio de deixar o Lampião com franja emo e cantar Julio Iglesias para a Maria Bonita. Porém, antes da E-session da Aline e do Mateus, estive em Itapecerica da Serra para clicar o Pedro Henrique.

Por bom gosto dos pais e da sua tia, o tema da festa foi o Pequeno Príncipe, personagem criado pelo francês Antoine de Saint-Exupéry. Aos fãs de Latino e que não leem nem bula de remédio, o Pequeno Príncipe é um dos livros mais famosos do mundo e conta a história de um menino que visita planetas. Em suas viagens, o Pequeno Príncipe encontra personagens com que tem papos filosóficos, inclusive um homem bêbado.

Vocês podem conferir a versão do clássico em desenho animado aqui.

Voltando ao ensaio do casal, tudo correu muito bem. Por escolha da noiva, fizemos as fotos no centro de Campinas.

Centro de Campinas, Ronin? Eca!

As ruas têm o glamour de Nova York? Não.

As avenidas têm o charme da Paulista? Nem em sonhos.

Duvido que você encontre um mendigo bonitão igual o de Curitiba!

 E por quê diabos não optaram por um lugar mais bacana?

Olha o homem bêbado, direto das página de O Pequeno Príncipe para Campinas

Simples. Porque apesar dos pesares, dá pra fazer boas fotos conhecendo alguns lugares e utilizando-se de algumas técnicas de iluminação. O astro-rei dei uma bela força para que tudo terminasse bem. Ele apareceu lindamente na manhã de domingo (contrariando todas as previsões do tempo que diziam que choveria canivetes).

Mais importante que o cenário, é o fato que os noivos devem estar em harmonia, independentemente de seus estilos. A Aline é mais descontraída, fazia caretas e arriscava passos de dança (sim, as pessoas vão se soltando a ponto de dançar Gangman Style). O Mateus é mais na dele, homem sério.

Hammer Time. Aline demonstrando habilidade para a dança do grande dia. Vai rolar um “U Cant touch This”.

À mistura, foram adicionadas uma dose de Roniel Felipe e outra de Priscila Rodrigues, a assistente sorridente. E o resultado final foi bem bacana. Imagens divertidas, românticas, engraçadas e um papo dos mais estranhos (como os noivos falando de uma senhora que caiu da passarela onde fotografamos e ainda está viva).

A correria de sair do mundo estrelado do Pequeno Príncipe, passando pela estrada de Itapecerica e chegando aos balões dos corações românticos do casal foi tensa. Ainda mais com uma hora a menos de sono devido o horário de verão. Cheguei em Campinas às 2h30, dormi algumas horas e fui, na cara de pau, fotografar os noivos com olhos de remela.

No fim do ensaio, também rolou um retrato do casal Lucas e Renata, que em breve estarão aqui no blog como senhor e senhora Lopes Riberto.

Lucas e Renata, os próximos depois dos próximos (mas se vieram outros próximos antes dos próximos, eu não reclamo)

Poucas horas de sono, muito trabalho, mas muito feliz por tudo ter dado certo. Quando é de coração, a coisa anda. Surgem estrelas e até bêbados quase gente boa (eu até assumira o papel de Príncipe Black da estatura mediana, mas trampo é trampo e o meu papo maluco beleza com o alcoólatra ficou pra outro dia ).

Felicidades ao casal, saúde ao Pedro Henrique e tudo de bom pras pessoas que sempre me ajudam. Para fechar poeticamente o post, uma das frases mais especiais do Pequeno Príncipe.

 “Quando você dá de si mesmo, você recebe mais do que dá” – Antoine de Saint-Exupéry

Paz e amor pra tudo nóis.

Quando o coração sai pela boca

Quase tomaram um geral dos hómi

Notem como as unhas combinam perfeitamente com o cenário

Porque o Instagram não serve apenas para fotos de comida

O bom de conhecer as quebradas, é imaginar as fotos antes dela serem produzidas. Agradecimentos especiais ao Pedrão que não fez chover canivetes e o bêbado que emprestou a passarela pra gente

Vou batizar esse local como Beco do Amor. Eu sei, parece brega, mas é de coração

Para o alto e avante

E os corações saíram voando livremente. Young hearts, run free (putz, vou até postar a música de tão boa que é)

Anúncios

Autor: ronielfelipe

Jornalista e Fotógrafo

8 pensamentos sobre “Entre estrelas, corações que correm livres e a estrada de Itapecerica

  1. Adorei Ronin

  2. Ah Roniel!! que demais essa fotos, o texto, e esse casal lindo! amei tudo.. Muita felicidade desejo aos dois, e a você, o de sempre: “continue com essa sensibilidade, esse olhar” Parabéns!

    Eri.

  3. belíssimo trabalho! 🙂

  4. Adoooro… O “meu” será na “Travessa” tbm!! rsrsrsrs E com vc, lógico!!!
    Lindas fotos!!! bjo bjos =)

  5. Delícia de post!! Delícia de fotos! Amei!!! Bjs!! Cris

  6. Ah! Esqueci de comentar que aqui em Sumaré tem uns lugares bem legais pra fotografar perto da linha do trem. Bem, pelo menos eu acho que são legais, rsrsrs. Bjs!!

  7. muitooo lindoo

  8. Roniel!! Amamos todo o trabalho, você é um profissional ímpar! Foi muuuuito legal a e-session! Obrigada por tudo e fica a dica pra quem quiser; CONTRATEM O RONIEL, ELE É O CARA!!!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s