El Marronzito

Santa santidade batedora, Batman

8 Comentários

My preciousssssssssssss

Quanto mais cabelos brancos surgem na minha cabeça, mais acredito naquele papo que nada na vida é por acaso. Sim, eu sei que esse discurso parece letra de música romântica dos anos 80, mas é sério. Tem gente que acredita muito na tal batida dos santos.

A batida dos santos, para você que imaginou o São Pedro saindo no tapa com o Santo Antônio, não tem nada a ver com a versão do Programa do Ratinho na Santa Ceia. Eu quero falar da química, da aproximação natural que se dá entre duas pessoas. Também não to falando de romance mela cueca ou da paixão arrebatadora quando você vê aquele mano segurando aquela caixa de mp3 com um pen drive ou aquela periguete que, quando te vê, desce.

Falo de amizade mesmo.

De ser dar bem de primeira porque as forças do universo ou o Papai do Céu assim quiseram. Ele olhou e disse: Adriana Patrício, tu, que é especialista em revisão vai trabalhar com Tecnologia da Informação e será a rainha dos indianos. Nesse cenário pitoresco, lotado de gente puxa-saco e horas de trabalho extra aos finais de semana, você encontrará um sujeito magro, de cabelo de mola de isqueiro e falador. Vocês se tornarão amigos…

Catapimba, plutf, zoom e qualquer outra onomatopéia que vocês tenham em mente.

Deu no que deu.

Tá certo que quando o santo bate, não tem jeito. Por sermos amantes da literatura perdidos em um complexo mundo de números e símbolos (tipo a Matrix), ficamos amigos. A moça grandona que ia buscar lanche para gente aos domingos de prisão e sem direito a visitas, me estendeu a mão ao dizer que me ajudava com meu livro. Não cobrou sequer um centavo (até porque como operador da IBM eu não tinha nenhum centavo mesmo). Eu era imortal pois não tinha onde cair morto.

Como a Dri não suportou a vida de operadora de sistemas, abandonou o cadeião, por onde permaneci alguns anos cumprindo minha pena por sumir com o capecete do Playmobil de um menino fresco do prezinho. Continuamos a nos falar via email, a nos ver esporadicamente e fazermos parcerias de trampo (apesar de eu ser jornalista, tenho um sério problema com vírgulas, crases e ainda tenho acne de monte).

A Dri conheceu o namorado Plínio e foi morar no Rio. E não é que, depois de um tempão sem vê-la fui encontrá-la na terra do Zé Carioca? Durante o Show do Viva Favela conheci o Plínio. Engraçado pacas. rês paulistanos do interior no Rio. Eu campineiro (porém, macho), o Plínio da terra do puro creme do milho verde e a Dri de Americana.

Mais uma prova que, apesar dos pesares, amigos continuam amigos, por mais que os caminhos sejam outros. Por fim, a Dri continou a me ajudar com revisões (agora eu já era um ex-presidiário e já pagava bonitinho) e fiquei muito feliz quando ela disse que eu iria fotografar seu casamento.

Como segurar seu homem na hora H

Após cinco anos de amizade das boas, calhei de participar do desencalhamento da encalhada Adriana Patrício. Em suma, eu, fotógrafo encalhado, fotografei o casamento de uma das pessoas mais bacanas que conheci na IBM.

E rolou.

E foi dez.

E a mãe do noivo disse que daria uma surra se eu não comesse.

E o juiz do cartório praticou bullying comigo ao me informar na frente de todos os convidados e noivos de quais ângulos as fotos ficariam melhores (só faltou ele dizer “me dá essa máquina que você é moleque).

É realmente maravilhoso saber que quando estivermos velhos gagás, nos lembraremos dessas deliciosas coincidências da vida. É incrível como em apenas um dia a gente conhece tanta gente legal e cria pequenos laços eternos.

Eu não sei quem será a próxima amigona a casar. Nem quando, nem onde e nem com quem. Só sei que esse negócio do santo que bate é realmente forte. E aquele papo que as pessoas não se conhecem por acaso, realmente me faz pensar quão bom é viver.

Viva a vida.

Viva os santos batedores.

Viva os noivos.

Viva a amizade.

E um viva especial ao tiozinho do cartório que dizia “Desse ângulo fica melhor” e ainda ordenou os noivos repetirem o beijo para que a foto ficasse do jeito que ele queria.

😉

 Ah. Para quem quiser ver mais fotos do casamento, é só clicar aqui

Eis as fotos:

Véi, na boa. De quem é esse pé?

A sobrinha da Dri e o juiz que me "bulinou"

Fomos no belo Engenho Central engenhar um engenhoso ensaio

Os concorrentes fotógrafos da festa estavam bem criativos. Saquem a técnica para atrair o olhar da criança

Como não cortar um bolo

"Beija a mão dela agora", ordenou o juiz ao noivo. Ao fundo, os pais se divertem com tudo

As crianças pira em Pira

Felicidades mil ao casal

Anúncios

Autor: ronielfelipe

Jornalista e Fotógrafo

8 pensamentos sobre “Santa santidade batedora, Batman

  1. Se você crê, receba!!
    O próximo casório será uma de nossas amigas da Facul!!

  2. Teria que ser você mesmo,pra conseguir nos mostrar a alegria desse casal,felicidades aos dois,e parabéns pelas lindas fotos Roni!

  3. E lá vou eu fazer aquele comentário surpreendente:
    AMEI!
    Linda história, lindas fotos, excelente texto.
    To apostando na minha irmã como a próxima do casório [saio de fininho pq ela vai me xingar em 3, 2, 1…].
    Bjoks

  4. Lindo ensaio, Ro! Como sempre! Beijos mil!

  5. Adorei o texto, Roni querido!
    Essa coisa de empatia é realmente interessante, né? Meu tempo no Hell foi bem curto, mas trouxe amizades para sempre!!
    Obrigada por tornar o nosso dia ainda mais especial! Eu tinha certeza de que o resultado seria ótimo!!
    Beijos, beijos!

  6. A pergunta que não quer calar, o juiz foi até o Engenho Central dar uma mãozinha no resto das fotos? kkkkkkk

  7. Parabéns, bela história! ^^

  8. Que história linda….. excelente texto! Emocionou! Realmente, nessa vida nada é por acaso…..e são deliciosas essas histórias que presenciamos em que tudo acontece naturalmente.

    Parabéns, mais uma vez, pelo excelente trabalho!

    Bjs

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s