El Marronzito

Não pago pensão, mas clico seu filhão

12 Comentários

Eric Maloberti é um paizão melhor que o Adan Sandler

Nos dias de hoje em que qualquer cidadão brasileiro pode adquirir uma Tekpix gastando menos de um real por dia, é super comum vermos por aí zilhões de fotos de crianças  inundando as comunidades sociais. É foto do filho vestido de Ben 10, é foto do filho dando os primeiros agarrões nas coleguinhas de escola e é foto da filha provando que tem potencial para ser periguete.

Como de praxe, a exposição exacerbada chega ao cúmulo da falta de bom senso (gente postando fotos do filho com o uniforme do São Paulo é um bom exemplo).

Eu, saudosista que sou, já venho com aquele papo que “no meu tempo tudo era diferente”. Obviamente, nós, da geração BXC (Bozo, Xuxa e Chaves), também temos alguns registros fotográficos clássicos. Se você não nasceu em berço de ouro, talvez tenha poucas, mas boas fotos. Hoje, em uma seção fotográfica com uma mãe que acha que seu filho será a solução para os problemas do mundo, faz-se facilmente mais fotos do que muitos de nós tivemos durante toda a infância.

Nossas fotos antigas têm estilo (não falo daquele ar hipster instagram). São fotos feitas naquela Kodak maneira, na qual a tia, adepta do Jack Estripador, agia por partes e adorava cortar nossos membros: braços, pernas, cabeças e até os pés. Coisa linda. E também havia as Polaroids com suas fotos instantâneas, que nos faziam babar.

Tá se achando novinho e pensando que o autor é um vovô saudoso? Pare com isso. Quem não fez a clássica foto na frente da bandeira do Brasil, feita na escola? Sim, aquela escola que tinha canjica e meninos fortes e folgados socando os magros e indefesos (sim, o bullying já existia). Os anda mais velhos, provavelmente se lembrarão do sujeito que passava com um burrico pelas ruas. Sim, amigo da geração Y. Crianças ficavam felizes (ou não) ao serem fotografadas no cangote de um burro (e não era o burro do Shrek).

Nesse mundo de imagens antigas, que muitas pessoas optam esconder, há fotos de festa juninas, gincanas, aniversários e até mesmo fotos de nudez explícita (meninas, não adianta insistirem, pois não vou postar minha foto de mini Kid Bengala). Tem foto de gente chorando no colo do Papai Noel e entrando em colapso ao encarar um palhaço.

Filhos de fotógrafos então são os que mais têm  esse tipo de fotos. Se o pais forem japoneses então…complicou. Uma das fotos mais bacanas que já vi, e que envolve essa deliciosa relação, foi feita pelo Klaus Mitteldorf, renomado fotógrafo paulistano e puta cara gente boa que fotografou seu filho pelado na grama, quando ele ainda era um bebê.

O fotógrafo francês Eric Maloberti teve a ideia de fotografar sua filha caçula, June, com roupas das mais diversas profissões. Também há o caso de uma fotógrafa americana que faz fotos dos voos de seu filho, Henry. Seu nome é Rachel Hulin e ela não é uma X-man.

olha a cara de medo do bebê na primeira foto. depois que ele voa, fica tudo legal

No meu caso, como não sou pagodeiro famoso e nem jogador de futebol renomado, não tenho uma penca de filhos por aí para sair fotografando (tampouco vou acabar na prisão e ser a Beyoncé da cela por não pagar pensão alimentícia). Sendo assim, tenho fotografado as crias de muita gente, inclusive filhos de amigos que tenho feito nessa vida louca.

Dois patinhos amarelos e um gatinho preto. Rá!

Confesso que na maioria das vezes, é um grande barato fotografar as versões mini de pessoas que quero bem. O mais engraçado é que antes de registrar imagens de algumas dessas crianças babonas, eu as peguei no colo.

Taí a prova cabal que estou ficando velho e a roda da vida segue rodando. Se a vida não me dá os mini mini mini Jackson 5 Globetrotters, bora seguir roubando belos momentos dos filhos dos trutões. Quem sabe, quando eles foram grandões, famosos e fãs de Restart (torço que não), se lembrem do tio Ronin, aquele moço do cabelo engraçado e daquela coisa preta que emitia luz e fazia clique.

Olha eles aí, corujões.

PS: Aos casais de amigos que ainda não são pais: por favor, mexam-se. Aqui não é a China e o tio Ronin dá desconto para as fotos quando a criança fizer 21 anos.

Essa moça sorridente é a Maria Eduarda, filha do Ed Edson Diniz Filho (que nome, hein?). O Edinho é amigão meu desde 2002. Além de ser meio que meu chefe nos trampos pra Abril, é meu pato nos games de futebol virtual há anos. Soube que a Duda anda perguntando do Tio Peto. Confere, Ed?

Julinho é filho da Marcela, uma sorridente e brincalhona Assistente Social jundiaiense. Essa foto é antiga, mas é uma das mais bacanas. Faz tempo que não o vejo, mas espero que Julinho reconsidere sua decisão de trocar o Curintia pelo Santos como time de coração

O Giovanni que parece não muito feliz vestido de Tigre Rato é filho da Gisele Berto, minha ex-editora dos tempos do Jornal Urbano, de Caieiras. Eu poderia postar a foto da Gi vestindo esse chapéu, mas ela é muito brava, além de ser santista. Foto de 2008. Ah, Giovanni ganhou esse nome graças ao ex-craque santista

Essa aí é a Bárbara. Terrivelmente sapeca, é a filha do meu irmão Robinson Felipe. Em miúdos, é a minha sobrinha serelelepe. Para quem não sabe, o Robinho é meu irmão de sangue, ok?

O menino que sorri é o Amiltinho irmão da Isabela, a menina que abre o berreiro (não foi culpa do tio da foto não). Ambos são filhos do Amilton Neves, amigo palestrino piadista que fiz em 2002. Foto antiga, pois hoje as crianças já estão trabalho como estagiários na agência do pai. E o salário ó...

Arthur é o filho da Isa Schneider, que conheço desde o fim dos anos 90. Como o mundo dá voltas, fui a reencontrar uma década depois e acabei fotografando seu filhotão

A joaninha é a Laura, filha da Lúcia e do Gustavo Penteado. Eles eram meus chefes quando eu trabalhava com T.I. e ainda estudava jornalismo. Essa foto é do primeiro ano da Laura. Hoje , ela tem três anos e eu um monte de cabelo branco a mais

Esse é o famoso Miguel, a criança que mais fotografei na minha vida. Ele é filho da advogada Maria Eduarda, que conheci nos tempos do Black Chat da Raça Brasil (fato que demonstra toda minha idade. Quem entra em chat hoje em dia?). Menino doce, brincalhão e divertido, rendeu ótimos cliques. Será que ainda tem medo do TP?

Já que o Mattei e a Lessandra não abrem a fabriquinha, me indicaram para fotografar a Júlia. Na hora h, descobri que o pai da mocinha é o Péricles, que também já levou uma surra minha no futebol virtual. Incrível como se dá a relação pai dedo-de-pau, fotógrafo habilidoso no joystick e filha fofa

O Hiroaki é um barato. Criança alegre que é o xodó do Alexandre Shadeck, um ilustrador de mãos cheias e colorado doente. Também o conheci graças o videogame, na épica Zumbi de 2002

Eu apresentei o Fernando, que é meu amigo desde 95 para a Grazi, que estudou comigo no cursinho em 2000. Eles foram pra Lagoa Azul e fizeram o Léo. Legal, né? Hoje, o Léo tá com 8 anos, o Fernando tá careca, a Grazi não tatua mais a pele com caneta e eu continuo corinthiano

Essa é a Lorena, irmã da Laura (a joaninha). Obviamente, é filha da Lúcia e do Gustavo. Mais fotos dessa porquinha em http://www.ronielfelipe.com.br/lorena

zzzz

Essa mini versão do Jaspion pré-chapinha é o Murilo, filho do meu amigo japonês-chinês Filipe Chiba Chao. Quem conhece o pai, sabe que o filho é a cópia perfeita. Já estamos educando o Mu para ser corinthiano. Quando me vê já dizendo "Tio Roni" e pedindo a câmera fotográfica. É japa, não tem jeito

Laura e Pedro. Putz. Quando jogávamos Winning Eleven na casa do amigão Márcio Azevedo, quem perdesse tinha que cuidar do Pedro e da Laura, então crianças. Hoje estão aí. Pedro me enchendo o saco no videogame e a Laura uma moça. Essa foto diz que o tempo realmente passa para todos. Menos para o Pelé, é claro

Anúncios

Autor: ronielfelipe

Jornalista e Fotógrafo

12 pensamentos sobre “Não pago pensão, mas clico seu filhão

  1. Caraamba, cada foto lindo. Amei o post destinado aos mini. E a foto dos pintinhos amarelos hahaha. Demais demais, sucesos com os pequenos 😉

  2. Belo texto kkk belas fotos.

  3. “aaaaaaaaai… hummmmmmmmmm…”
    Terminei exatamente assim a leitura do seu texto… hahahahaha toda saudosa, e querendo chegar em casa logo pra mergulhar no meu baú (baú mesmo!!) de fotos e recordações!!
    Obrigada!!! bjokas

  4. Lindas fotos Parabéns !!!

  5. Quanta criança linda nesse post!! Muito bacana Roni, é legal demais fotografar alguém tão mini e ver, em pouco tempo depois, o quanto já cresceram! E você estiloso desde sempre! Hahahaha beijão

  6. Adorei o texto!! Adorei as fotos!! Beijao da mamae do Arthur: Isangela Schneider RAAAAA
    Ou se preferir Isa Schneider
    Isabela é minha prima ……kkkkkkkk

  7. Roniel … Excelente adorei as fotos. Sou suspeito para falar do seu trabalho, pois sempre que precisamos ou lembramos de um fotografo profissional e competente vem vocês em primeiro lugar. Parabéns Gu

  8. mini mini mini Jackson 5 Globetrotters ????? Nãooooo, já nasce curintiano e ainda tem qe ser lembrado assim… judiação kkk

    Saudade de te ler Ronin, faz mais um essa semana porrrr favorrrrr *-*
    Beeeeejos

  9. É cumpadi, o tempo passa! huahua belo texto e belas fotos man, parabéns.

  10. Mesmo as noites totalmente sem estrelas podem anunciar a aurora de uma grande realização. (Martin Luther King).
    De seu fan Elias Felipe (irmão) kkkkkkkk
    Te amo…

  11. Adorei muito legal….precisa fotografar aHelena vc vai adorar.

  12. Nossa , eu também sou da geração BXC…. tenho várias fotos antigas em casa…. sempre me pego saudosista…..”época boa”……kkkkkk

    Dias desses meu priminho tinha que levar ao colégio “alguma coisa de antigamente”…. na hora vasculhei meus pertences e separei um filme e alguns negativos…. eu, a mãe dele, a tia da escola e mais uma dezena de pessoas explicou a ele como funcionava as câmeras de antes…. ele não se conforma em não ver o resultado do click na hora.
    É assim que eu vejo o quanto o tempo passa rápido, as modernidades da tecnologia chegam e as próximas gerações não se conformam com as tecnologias que tínhamos disponíveis……….estou velha! rs.

    Roni, bj pra vc, seu talentoso.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s