El Marronzito

O Psicanalista, o Monstro e o Fotógrafo

20 Comentários

Porque nem tudo são flores do MSN Xxxxxxxx diz: denunciei vc ..pra todo mundo ..vc é um monstro

Roniel diz: ?

Xxxxxxxx diz: fotografico se acha muito kkkkkkkk seu trabalho é pessimo

Roniel disse (01:26): ok se isso te faz feliz paciência.

——————————————————————————–

Embora possa parecer brincadeira minha, o diálogo acima é real e aconteceu na madrugada de ontem. Uma pessoa, que por motivos éticos, tratarei aqui por “Arlete”, me contatou no MSN afirmando ter me denunciado para todo mundo. Não obstante, ainda chamou-me de monstro.

Na hora não entendi bulhufas. Restou me a ação de uma impressora sem papel e  um olhar de bicicleta com pneu furado. Minutos depois, pus a máquina da memória para funcionar e assim entender de onde poderia vir tamanha fúria que tomava conta da doce Arlete.

Eureka!

Dias atrás, via msn, Arlete havia perguntado qual era a  minha opinião sobre um cartão de visita que ela havia acabado de confeccionar. Bati o olho e vi uma foto toda serrilhada (que mais me lembrava os gráficos do saudoso Atari). Embora eu não seja designer gráfico, afirmei, humildemente, que o desenho não era do meu agrado, então concluí a análise com um singelo “Ta bonitinho”. Pronto, foi aí que errei. Arlete ficou brava, achou uma tremenda falta de tino da minha pessoa.Disse que eu estava a humilhando.

Pedi desculpas e tentei explicar-lhe a situação, mas Arlete pareceu não ter gostado. Monstruoso que sou, enviei alguns modelos de cartão e lhe dei algumas dicas. Arlete se foi, não sem antes reclamar do preço dos meus humildes serviços. Disse que eu era caro. Me senti como um Ipad da Fnac. Naquele momento eu era Cristiano Ronaldo negociando um contrato com a Ponte Preta. Caro, muito caro.

Como a vingança não é Cup Noodles, a desforra friamente chegou. Já não me bastava a eliminação do Curintia na Libertadores e o drástico final do episódio 14 da última temporada de Lost, ainda sou chamado de monstro. O “péssimo profissional” nem me incomodou.

Péssimo é um adjetivo muito relativo pois existem duas classes de profissionais. A primeira é aquela que você identifica a qualidade do serviço do sujeito apenas batendo o olho no seu trabalho. Exemplos: atores de filme pornô, jogadores de sinuca, empilhadores de taça de cristal e fotógrafos, entre tantos outros labuteiros. Por mais fera que um fotógrafo seja com técnica, direção e criatividade, o resultado está impresso na foto.

A outra patota de trabalhadores é formada por pessoas cuja a qualidade do trabalho não pode ser avaliada com um simples olhar. Exemplos: doceiros, feijoadeiros, ciganas leitoras de mãos, analistas de sistemas e massagistas, entre outros milhares. Como já citado, não me ofendi pela adjetivação porque o que uma pessoa vê ao mirar uma foto minha, pode ser diferente do que outra pessoa vê. O meu “tá mais ou menos” pode ser bom para alguns e péssimo para outros.

Críticas são críticas. Arlete me ensinou que  bonitinho pode ser muito mais que um feio bem arrumadinho. Espero que nem todos vejam o mundo como a Arlete vê, senão estou investindo na profissão errada. Aliás, Arletes vêm e vão em nossas vidas. Numa semana de elogios de Caco Barcellos, levei uma chamada de uma pseudo-cliente.

Assim sigo meu rumo, com altos bem altos como o Yao Ming e baixo bem sorrateiros.

Para evitar futuras Arletes, estou revendo minha relação com a clientela.

E antes que alguém me pergunte sobre o título do texto, respondo: o fotógrafo /monstro, obviamente sou eu. Quanto ao psicanalista, creio que só meu lado Arlete possa responder. Basta falar que eu sou um sujeito bonitinho e pronto.

Tá armado o barraco!

Roniel Felipe, O monstro da fotografia (por Julius Shadeck)

Anúncios

Autor: ronielfelipe

Jornalista e Fotógrafo

20 pensamentos sobre “O Psicanalista, o Monstro e o Fotógrafo

  1. Virgulas e acentos pra que né? Pelo chat, pode-se imaginar o cartão de visita da indivídua. “Tá bonitinho” deve ter sido um baita de um elogio.

    Mas é assim mesmo, mta gente não aceita crítica e não sabe valorizar um trabalho de qualidade. Da próxima vez diga que está lindo e deixe a manceba passar vergonha com foto serrilhada.

  2. Cada uma, hein, meu amigo? Hehe!!
    Definitivamente, não dá pra agradar todo mundo, né? Ainda bem!
    Mas eu acho mesmo que você tá certo em rever sua relação com os clientes.
    Beijos, querido!

  3. Adoro seus textos! Essa história foi mto bem contada! Abs amigo!

  4. Aff.. , monstro é mto pesado.Cada um dá seu preço , faz quem quer.

  5. Se já sabe que está feio, então por que pergunta??
    Nessas horas precisamos fechar nossos corações, e seguir o saudoso exemplo de pessoa que é o DR House.
    Fechar a cara e dizer: Tá horroroso, quem faria uma coisa dessas?

    Ela devia estar de TPM..
    É isso ae Ronin, humildade nela!!

  6. My God!
    Aposto que tudo isso não foi por conta do “tá bonitinho”, ela queria mesmo é que vc reduzisse o preço do seu trabalho. Se vc fizesse de graça aposto que não te chamaria de monstro!
    Ave ave!
    Bjssss monstrinho! hehe

  7. Cara, pessoas como a Arlete é muito comum nos dias de hoje; raros são aqueles que aprendem com a situação e mudam seus conceitos para ter uma vida mais agradável. Confirma-se que ela esta passando por um momento difícil na vida quando disse que iria te denunciar; a pessoa tem que ser muito mal amada para querer prejudicar a profissão de alguém por um simples desentendimento virtual.
    Abraço Roniel!!!

  8. Monstrinho!!!! kkk
    Amigo, como eu sempre digo, tem clientes e tem Clientes. Assim como tem fotógrafos e tem FOTÓGRAFOS!!!

    Não esquenta a moringa…Isso passa..Logo mais, a dita cuja cai na real e aparece lhe pedindo desculpas. Não que isso seja necessário! Afinal de contas, elaé só uma pseudocliente!

    Abs

  9. Ela dormiu de calça jeans!! rs Realmente muito bom o texto!

  10. Engraçado que de tão péssimo profissional, ela procurou contratar seus serviços. Pessoas e suas estranhezas. Será que se você dissesse como a maioria diria: “Seu cartão está arrebatador, algo fora do sensacional. Merecia um Nobel!” ela contrataria seus serviços e te consideraria um excelente profissional?

    Porra, Ronin!!!! Tu tem que fazer um curso de atendimento do SEBRAE! Auehuahuehuhauhea…

  11. Oii Roni!!
    Bom,irei comentar…mas não pela Arlete,mas sim pelo seu texto,que por sinal,sempre é muuuito bOm!!hehe
    Infelizmente ou felizmente,não agradamos a todos,pq as criticas são muito bem vindas…mas criticas inteligentes,agora essa Arlete,oq fzr?! Ignorar né querido!!!rs

    Bjs!!

  12. Críticas desse tipo não devem ser levadas a sério mesmo… infelizmente existem essas pessoas que misturam o pessoal com o profissional. É pra rir mesmo. 😛

    bjus Roni

  13. Adorei o monstro da fotografia. Pessoas são complicadas, querem sinceridade, mas não estão preparadas para ouvi-la. Otimo texto, Roni. Como sempre.

  14. Não se sinta um iPad na Fnac babe, e sim ipad na applestore NY! A glaera do escritório ta amaaando suas comparações aquii!

  15. Nossa, ri muito disso, Rô. E ria você também de pessoas assim. Fracas e se acham as profissionais. Pessoas assim não vão longe, não! Remember that. 😉

  16. O grande problema é o mundo em que vivemos .. onde as pessoas se doem por qualquer coisa dita .. na verdade .. eu tenho uma teoria .. hj em dia não adianta dizer a verdade .. tem de se dizer o que o outro quer ouvir ..

    Agora .. C. Ronaldo negociando c/ a Ponte-Preta .. melhor sintese de um sentimento que poderia ler .. hauahuahauhau ..

  17. Sem palavras pra você, mais uma vez!
    Beijos, meu monstrinho!

  18. O bom mesmo é rir da vida! E essas coisas que acontecem com a gente só alimentam a nossa alma criativa e dão material para mais textos..ótimos como este de hoje!
    Bjão

  19. Pingback: Mostrando o pau que matou a cobra que me cobrava « El Marronzito

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s