El Marronzito

Não chamem o chato da foto

24 Comentários

Passa anel de gente grande

Nessa semana de vacas anoréxicas, recebi uma bombástica notícia: um colega vai se casar. Ok, até aí tudo normal, afinal esse é o destino dos homens de boa vontade de casar. A diferença é que o sujeito não me convidou, fui excluído da lista, limado, sumariamente expulso da turma que vai encher a barriga e ainda reclamar que o croquete estava frio.

Desde que fotografei meu primeiro casamento, sinceramente não me importo em não ser convidado pra cêrimonia ou pra festa. Mais importante até do que ser convidado para uma fantástica despedida de solteiro no Galo de Ouro, é ser contratado para fotografar esse dia tão especial. Adoro dizer para alguns clientes que “Se você não é o Fábio Jr., casamento é apenas uma vez”. A frase que o “barato sai caro” também se aplica nesses casos. Com a popularização das DSLRs (máquinas que trocam de lente, pra simplificar), muita gente se acha apta para fotografar entrelaces matrimônias sem ter a mínima experiência.O resultado já conhecemos…

Sei que você já ouviu isso, mas casamento é coisa séria. Não só para quem junta as escovas de dentes, como também para o fotógrafo, o sujeito responsável por eternizar tal momento. Se não for como contratado, dificilmente gosto de ir a casamentos. Existem as exceções (casamentos que tem caviar são legais), mas um fotógrafo que vai a um casamento e não fotografa, se sente como um jogador com a unha encravada que vê seu seu time jogar a final de Campeonato. A torcida grita seu nome, você sabe que daria um baile no time adversário, mas você não pode jogar…

Nesses casos, alguns fotógrafos ficam secando o colega que trabalha. Cerimônia, vestido da noiva, sermão do padre, decotes avolumados da madrinha siliconada…não, nada disso. A única atenção do fotógrafo é olhar para o trabalho do outro fotógrafo. Dependendo do grau de atenção ao que acontece, o convidado torna-se um chato birrento. Tamanho pode ser o desconforto, que a figura dá apenas R$ 1,00 quando rola a brincadeira da gravata cortada.

Confesso que olho muito o que o profissional está a fazer. Aprendo um pouco, mas muitas vezes não entendo certas coisas.
Mas enfim, não vou ao casamento do camarada figurão, mas lhe desejo toda a felicidade do mundo. E caso ele se separe e tenha uma vida matrimonial igual a do Fábio Jr., espero que ele se lembre de mim na próxima oportunidade.

Tenho certeza que nem vou reclamar da maionese azeda e da banda brega que não pára de tocar “I Will Survive”. Trabalho é trabalho. Deixo as reclamações para o povo que está na festa para se divertir e falar mal dos outros.

Como de costume, para ilustrar um papo tão pesado, algumas fotos:

Stradivarius rules

Comportada como uma dama

A entrada triunfal (cair nesse momento é mau sinal)

O beijo observado

O beijo observado e registrado

A hora h delas, a hora do desespero deles

Anúncios

Autor: ronielfelipe

Jornalista e Fotógrafo

24 pensamentos sobre “Não chamem o chato da foto

  1. Olha, eu que ja fui casada e agora me encontro separada posso dizer q casar não é facil mesmo, esquecer ou excluir algumas pessoas é mais dificil ainda, mas que tudo no final vale a pena e sempre será lembrado, isso ninguem pode negar. As fotos fazem a diferença sim, pq é com elas que nos aproximamos dakele momento q ja si foi e q nunca si repetirá da mesma forma! Agora si vai durar para sempre ou nao, ninguem nunca podera garantir! rs

  2. Muito bom Roni, como sempre. Quando casar (talvez em outra vida, não nessa) com certeza você será meu fotógrafo exclusivo.

    Abraços!

  3. Nossa! rsrs
    Talvez ele esqueceu, nao é !?

    Meu Deus!

  4. Um dia seu amigo vai te encontrar e você vai ser apresentado pra esposa dele… Ai ele vai dizer ” olá Roni essa é minha esposa” e você vai dizer “eu nao me importo”…hahahahaha

  5. Casamentos. Em um período de 6 dias, fui a dois casórios e agora em maio, se bobear, tenho mais uns 3 pra ir. Só este ano já fui a uns 5 e até dezembro ainda tem chão. 2011 então… Uma porrada de enlaces matrimoniais. Mas falando em fotografia, tenho uma pergunta. Eu sei que na hora que a noiva está entrando na igreja, todos os olhares são pra ela, mas você já tirou foto do noivo bem nessa hora? Eu sempre fico olhando de um lado para o outro, pois adoro ver a cara do noivo. rs! Promete que fotografa o meu noivo quando, assim, um dia, eu casar? (porque, sim, você será meu fotógrafo). 😉 Beijos, Roni Roni.

  6. Vc é perfeito Rô!
    Compartilho do seu ponto de vistsa! ahahaha
    TE AMO!
    Beijpo

  7. RÁ! PEGADINHA DO MALANDRO!
    Foda Ronão… foda…

  8. O conheco? ai ai ai viu…

  9. É isso ai Ronão, taca o pau no Diego mesmo….ele é Lazarento….nao convidou minha mãe tb kkkkkkkk

    OBS: Fui Convidado para ser padrinho kkkkkk

    Falo Ronão

    • Eu sendo muito ético, e você vem dar nome ao boi. O problema não é não ser convidado, pois casamento é assim mesmo. O problema é que ele não me procurou nem pra fazer orçamento.

    • E as madrugadas de aporrinhação que foram suportadas sendo que ele NÃo é meu irmão???
      Minha mãe tem razão na indignação!!!!
      Kkkkkkkkkkk

  10. quem tem um padrinho desse nao precisa de inimigo. Alem de acalentar a situação entre os dois amigos, ainda publica o nome do Réu. Impagável.

    Obs: Rony, das duas, uma: ou vc cobra muito ou ele fez de propósito!

  11. “Casamento”
    Gostando ou não…é um momento único,tanto p/ a mulher quanto p/ o homem…uma cerimônia que precisa sim, de um mega fotógrafo…Assim como vc Roni!!

    Suas fotos,como sempre Belíssimas!
    Parabéns!!

    Bjs!

  12. Como sempre, lindasss as fotos!!! Já está contratado para o meu … mas vai ter q esperar um pouco, rsrs

    Beijos

  13. Sinto-me orgulhosa de ler seus textos e de ser amiga (mesmo sendo apenas virtual) de uma pessoa tão especial e inteligente como você. Pessoa que me salva quando não consigo entender meu notbook. Pode ter certeza que pessoas como esse seu amigo, citado no texto, não apreciam trabalhos bons e realizados por pessoas profissionais como você…

    Beijosss, curto muito seus trabalho!!!

  14. muy amigo hein ! fotos são importantes em qualquer momento né ! nos ajudam a lembrar aquilo que a bebida , a emoção ou a saudade fazem esquecer. rsrsrs

  15. mto legal 😀

  16. Andei pensando e cheguei outra conclusão a respeito desse tão comentado casamento ( que eu também não sei de quem é, mas já tá me dando uma certa vontade de aparecer de penetra)

    A verdade é a seguinte: O cara é tão seu amigo que quer que você participe na vida dele de momentos realmente felizes… talvez na opinião dele casamento não seja… Tá vendo só, como olhando por esse angulo, ele chega até ser um cara legal?? hahahahaha

  17. hehehehee é, roniel…agora o lance é secar o casamento dele pra, no próximo, vc ser o fotógrafo oficial da bagaça (brincadeira hehehe)

  18. No meu casamento, pelo menos, você já está confirmadíssimo como fotógrafo e convidado! 😀
    Só preciso achar o noivo… Hunf.

  19. Adorei o post, Roni! Você escreve muito bem… Me sinto mais ou menos como a descrição do segundo parágrafo quanto a profissão de tradutora 😛 é a vida, né? rs…
    Bjão

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s