El Marronzito

Clichês

8 Comentários

Lavoisier: o pai do cálculo estequiométrico e rei do control C/control V

Poderia nomear este singelo tópico com o título “Em busca da batida perfeita”. No entanto, não vou usar esse clichê batido, pois a fotografia, por si só, é cheia de clichês. Clichê nada mais é que seguir o bloco da Maria vai com as outras sem sentir remorso, é fazer um control C/control V e dormir com a consciência limpa como os sapatos brancos do saudoso Homem do Sapato Branco.

Se você na escola, sempre foi motivo de chacota dos seus amigos por não saber fazer um simples cálculo estequiométrico, ao menos você entendia muito do que o tal Lavoisier (1743 – 1794) dizia. Segundo o cientista francês, que também foi pensador iluminista, “Na Natureza nada se perde, nada se cria, tudo se transforma”. Com os seres humanos tornando-se cada vez mais inteligentes e cultos graças o advento do oráculo Google, do funk carioca e de reality shows, era questão de tempo a frase de Lalá (para os íntimos) receber uma leve adaptação. Hoje, usa-se por aí “Na vida nada se cria, tudo se copia”.

Voltando aos clichês fotográficos, temos a foto da gota dá água que pinga da torneira, o macro da cerca de arame farpado, o casamento livro e anel (que formam um coração), o pulo que mais lembra o clipe do Van Hallen com alguma imagem bem natural ao fundo e outros mais. Confesso que não sou diferente. Gosto de alguns clichêzinhos básicos. Um deles é a produção de vídeo clipes com uso (e abuso) de fotografia e músicas bacaninhas.

Há algumas semanas, em uma reunião de pauta do Portal Viva Favela, baseada no tema “Festa na Favela”, propús um ensaio fotográfico com imagens das festividades que acontecem na minha comunidade (falar comunidade ao invés de bairro também é um clichê). A reunião virtual do portal colaborativo estava sendo acompanhada pelo pessoal do Profissão Repórter que iria escolher algumas pautas e um dos personagens para participar de uma futura gravação do programa (também é um clichê introduzir uma frase que não tem muito a ver com o contexto do texto).

Enfim, depois de um papo com o editor de fotos, Walter Mesquita e boas ideias da Mayra Jucá, jornalista chefe do Viva Favela, pus as mãos na massa.

Como não sou rico o bastante pra ter uma 5d Mark2, me contentei em selecionar algumas imagens e adicioná-las ao excelente Windows Movie Maker. Minha metade Spike Lee ficou feliz com o resultado. Som, imagem e alguns efeitinhos “aclichêzados” renderam o seguinte vídeo:

Espero que gostem.
E entendam que clichês bem dosados ainda fazem bem pra humanidade. Do contrário, ninguém ainda veria as novelinhas.
Afinal, nem é preciso assistir diariamente para saber que o vilão vai se dar mal e o casal que passou pelas maiores provações amorosas do horário nobre da tv brasileira, vai terminar junto e viverão felizes para sempre.

E quem duvida que assista ao reprise do gran finale no sábado.

Anúncios

Autor: ronielfelipe

Jornalista e Fotógrafo

8 pensamentos sobre “Clichês

  1. Muito legal!! E caso queira diversificar mais, recomendo ProShow ou Pinnacle Studio!

  2. Bem bacana garoto! Parabéns!

  3. Nice dude! Congrats….I’m looking forward to the next post. See yaa!

  4. Ronin’s Clicks, always Creative !!

  5. Muito Bom Nego, adorei.! Parabéns!
    BjOOk’ss

  6. Show de bola… Adorei as imagens e a sincronização sonora! Parabéns!

  7. haha ótimo texto
    concordo! clichê com moderação!

  8. Pingback: Reinventando moda e mais uma vez Imano « El Marronzito

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s