El Marronzito

O Invasor

5 Comentários

Você é um peão-de-obras. Está trabalhando por volta das 13h. O sol é de rachar coco, e do nada, surge um sujeito de camiseta do Jimmy Hendrix, uma bermudona verde periquito, havaianas e um saco preto nas costas. Logo você, amigo peão, descobre que a figura que mais parece um turista na Praia Grande é um jornalista e fotógrafo, que ali está pra fazer fotos da construção.

Ontem, como de praxe, um cliente me “pinga” no msn e me faz uma pergunta: “Ronin, você tem fotos de prédio em construção?” Automaticamente vou ao Lightroom e mesmo sabendo que não há nada desse naipe, faço uma pesquisa. Respondo pro cara: “Ixi, não tenho, mas tem uma construção aqui perto de casa. Em meia hora te consigo a foto”. O chefe então me brifa (ah, esses termos modernos). Digo que sou cabra macho e aceito a missão.

Desta maneira, peguei a 50d e fui em direção ao prédio que fica alguns minutos da minha casa. Quando cheguei ao local, pensei “PUTZGRILA” (na verdade eu pensei MERDA, mas esse blog é um local virtual de respeito). A construção que imaginei estar crua, já estava desenvolvida como um Pokémon, quase pronta. Porém, não adianta entrar em pânico nesses momentos e choramingar a iminente perda do suado freela.

Dei uma olhada ao meu redor, fiz algumas fotos do prédio que ainda tem um andaime e vestígios de um trabalho recém terminado. Mas eu sabia que ainda tinha caroço nesse angú.

Fui ter com o engenheiro responsável pela edificação. Fiz a volta no quarteirão até chegar a entrada da obra. Contando com meu volumoso black power para meus neurônios de uma possível queda de bigorna ACME na minha cabeça,  procurei o mais simpático dos peões e lhe falei a real. Gentilmente, o senhor pediu que eu me dirigisse até a entrada da obra e esperasse que o homem da segurança me desse um capacete (que provavelmente não caberia na minha cabeça, devido o volume capilar do meu black), para depois eu chegar até a autoridade máxima, o homem do engenho.

Esperei alguns minutos. O cara do capacete não veio (talvez estava na reunião da CIPA ou coisa assim). Na urgência de entregar o trabalho, já tinha feito 12 fotos e para fechar a fatura, dei uns passos pra trás até chegar até a rua e disparei um pouco mais. Nesse caso eu não poderia fotografar sem autorização de dentro da obra, pois trata-se de uma área particular. Da rua é possível fotografar, desde que a imagem não traga complicações ou denigra o objeto em questão.

Antes de partir, voltei até a entrada e conversei com um dos responsáveis (o cara abaixo do homem do engenho e do cara da CIPA) sobre o que estava a fazer. Expliquei a situação, lhe deixei um cartão e fui-me embora (como os pés limpos de dar gosto).O engenheiro não estava (talvez estava planejando com o Arquiteto uma nova fase da Cingapuratrix).

Entreguei as fotos ao cliente. Ele aprovou e escolheu a imagem que eu menos gostei.

A vida tem dessas.

Gosto é igual uma questão de física quântica numa aula de axé ao som de Rebolation…não se discute.

E o melhor é que tivemos mais um dia sem acidente de trabalho. Viva la vida.

Torre de Babel

Anúncios

Autor: ronielfelipe

Jornalista e Fotógrafo

5 pensamentos sobre “O Invasor

  1. Very good Ronelito!

    Abraços

  2. Amei!
    Não vou mentir, mas a parte da “bermuda verde periquito” me fez rir muito.
    Gosto de ler o que voce escreve.
    BjOs

  3. Muito boa esta matéria Roni…kkk

    Invasor foi boa!!! abraços velho

  4. Rô,
    Rachei o bico visualizando a cena de vc tentando colocar o capacete! Ainda bem que nem rolou!!!
    Saudades!
    Beijos

  5. Morro de rir com esses termos que vc usa…..muito bom o testo!!!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s